Circuitos #15

ūüďö Para ler:¬†Querosene¬†- Antologia (Chili com Carne)

Nos s√≠tios em que nada acontece, o fogo √© um passatempo como qualquer outro. Nesta antologia de banda desenhada coordenada por Andr√© Pereira, veteranos e novatos charafuscam o seu ba√ļ de mem√≥rias pessoais, num registo pronto a incendiar cora√ß√Ķes e recorda√ß√Ķes. Destaque para a dispers√£o liter√°ria de Rui Moura, para a limpidez do tra√ßo quase cartunesco de Ana Maria Matos e para a geometria implac√°vel no desenho de informa√ß√£o de Cl√°udia Sofia (√© por esta ordem que surgem no livro). Esta √© mais uma entrada para a LowCCCost, a cole√ß√£o da editora independente para ‚Äúviajar sem apanhar transportes e gastar dinheiro‚ÄĚ.

Dispon√≠vel na editora/associa√ß√£o¬†Chili com Carne, livrarias e sec√ß√Ķes especializadas.

ūüéß Para ouvir:¬†A Praia dos Ossos, podcast da R√°dio Novelo

√āngela Diniz foi uma¬†socialite¬†brasileira. Em 1976, foi assassinada pelo namorado, Doca Street, na Praia dos Ossos em B√ļzios. Street confessou o crime, mas com o passar do tempo foi ele quem se transformou em v√≠tima. Contada em oito epis√≥dios, esta √© (provavelmente) a primeira grande s√©rie de crime, em portugu√™s, em formato podcast. Uma investiga√ß√£o ex√≠mia e uma realiza√ß√£o absolutamente brilhante, a partir de uma ideia de Branca Vianna.

Para ouvir nas plataformas habituais de podcasting; liga√ß√Ķes diretas no¬†site da R√°dio Novelo.

ūüďļ Para ver:¬†Peixe Fora D‚Äô√Āgua¬†(via RTP Play)

Exibida na RTP2, a s√©rie √© uma chamada √† experimenta√ß√£o. Em cada programa, os protagonistas avan√ßam teorias e solu√ß√Ķes na sua √°rea de especializa√ß√£o e numa outra √°rea fora da sua zona de conforto. Nos 26 epis√≥dios agora dispon√≠veis na RTP Play, visitam-se temas t√£o d√≠spares quanto mobilidade urbana, viol√™ncia psicol√≥gica, alimenta√ß√£o, desinforma√ß√£o ou at√© como lidar com a persist√™ncia (ou pestil√™ncia) de certos odores. Uma viagem imperd√≠vel para quem quer pensar o mundo de outras formas.

ūüéģ Para jogar: Risco

Tempo de f√©rias pede mais jogatanas do que o habitual e¬†Risco¬†√© um cl√°ssico dos jogos de tabuleiro. Criado pelo cineasta franc√™s Albert Lamorisse, o jogo de estrat√©gia foi originalmente lan√ßado em 1957 e continua a fazer as del√≠cias (e desgostos) de muitas fam√≠lias. O objetivo √© conquistar o mundo, mas a miss√£o envolve tanto de guerra como de diplomacia. Um jogo para tardes demoradas, discuss√Ķes acaloradas sobre poder militar e, qui√ß√°, alguns amuos de generais menos preparados.

ūüé° Para ir:¬†Festival de Teatro de Almada

O evento arrancou no in√≠cio de julho, mas at√© ao dia 25 ainda h√° dezenas de espet√°culos para assistir em m√ļltiplas salas do concelho de Almada e, tamb√©m, em alguns espa√ßos selecionados da capital (CCB e Teatro Nacional D. Maria II).

Entre as pe√ßas anunciadas, destaque para interpreta√ß√£o de Viviane De Muynck de¬†Molly Bloom¬†(de¬†Ulisses, de James Joyce), numa encena√ß√£o de Jan Lauwers;¬†A lua vem da √Āsia, encenado pelo brasileiro Walter Campos de Carvalho; e¬†Um gajo nunca mais √© a mesma coisa, de Rodrigo Francisco, uma co-produ√ß√£o da Companhia de Teatro de Almada no Festival e da Companhia de Teatro do Algarve em estreia no festival.

A programação completa pode ser consultada no site oficial do evento.